Vantagens de contratar o Seguro Fiança Locatícia

Com o objetivo de trazer mais segurança para o proprietário e a tranquilidade de que o aluguel será pago mensalmente, existe a possibilidade de utilizar o seguro fiança, que também traz aos locatários mais liberdade, praticidade e facilidade na hora de alugar um imóvel.

Essa é uma forma de garantia que substitui os fiadores que, de certa forma, está cada vez mais em desuso, por conta da burocracia e dificuldade de reunir as documentações necessárias para análise. Aliás, devido aos riscos, há uma grande dificuldade de encontrar pessoas dispostas a atuarem como fiador.

Primeiro de tudo, antes de contarmos para você as vantagens deste seguro, vamos falar do que se trata:

O Seguro Fiança é um tipo de garantia locatícia regulada pela Lei 8.245/1991, conhecida como Lei do Inquilinato. Ele se destina a garantir o pagamento de indenização ao segurado pelos prejuízos que este venha a sofrer em decorrência do não pagamento das obrigações contratuais do locatário. Ou seja, este seguro visa proteger o locador e a imobiliária contra possíveis inadimplências do locatário com relação às obrigações estipuladas no contrato de locação.

Como funciona o seguro fiança?

Seu funcionamento é bem semelhante a outros tipos de seguros que já conhecemos. 

A principal diferença, nesse caso, é que o inquilino realiza o contrato de seguro juntamente com o locador, mas é o proprietário que fica como beneficiado, podendo ser também a administradora imobiliária. Ou seja, é o dono do imóvel ou o seu administrador autorizado quem receberá as indenizações presentes na apólice.

Os dados e documentos do futuro inquilino utilizados para locar um imóvel são os mesmos utilizados para a contratação deste seguro. Esses dados passam por uma análise da seguradora e, assim que aprovado e contratado o seguro, o inquilino passa a  pagar uma mensalidade para a seguradora e ela se torna fiadora desse locatário.

A cobertura está relacionada aos pagamentos dos encargos e valores mensais de aluguel. Sendo assim, caso o inquilino deixe de pagar o IPTU, condomínio, gás ou o próprio aluguel, o proprietário ou o seu administrador indicado será ressarcido.

Existe a possibilidade, também, de serem acrescentadas outras taxas, como contas de água, luz, custo de reforma por danos ao imóvel, pintura e multa por rescisão. A duração do seguro depende do contrato de locação, contudo, normalmente, há a necessidade de se renovar quando renovado o contrato de locação.

Quem pode contratar?

Esse seguro pode ser contratado por pessoas físicas ou jurídicas, para imóveis comerciais ou residenciais. No entanto, há alguns tipos de locação em que essa garantia não se aplica, como: espaços alugados para hotéis e estacionamentos.

Esse tipo de seguro é indicado principalmente para quem deseja ter a tranquilidade de saber que vai receber pelas obrigações mensais relacionadas aos valores pagos. Também é indicado para inquilinos que desejam contar com um processo menos burocrático e que, por algum motivo, não querem buscar por fiadores para constarem no contrato.

No seguro finaça o que é o sinistro?

Neste caso, o sinistro é o não pagamento das obrigações do garantidor (locatário), cobertas pelo seguro. Assim, não havendo pagamento do aluguel, e/ou demais encargos, a imobiliária aciona a seguradora, que fará o pagamento do devido valor e das multas referentes ao período. Porém, o inquilino não fica livre das dívidas, já que a seguradora cobrará dele todos os valores pagos.

E o que a seguradora cobre no sinistro?

Isso depende de cada seguradora, mas em geral, pode haver algumas formas de contratações similares, como: modalidade básica e completa:

  1. Básica é a que cobre o aluguel e os encargos como (condomínio, IPTU, água, luz e gás), e a 
  2. Completa, além disso, cobre também a parte de reforma, tais como danos ao imóvel, pintura além de pagar também a multa por rescisão.
Qual o valor a ser pago?

Normalmente as imobiliárias contratam as seguradoras para oferecer esse diferencial ao inquilino. Se essa for a sua intenção, faça uma pesquisa, tire suas dúvidas e opte por aquela que melhor se encaixa às suas expectativas.

Em resumo, quais são as principais antagens do seguro fiança?

Agora que você já sabe as principais informações sobre o seguro fiança, chegou o momento de conhecer as principais vantagens de contratá-lo, tanto para inquilino, quanto para proprietário. Confira:

  • Sem constrangimentos para o inquilino, poupando-o do fiador
  • Garantia de segurança ao proprietário
  • Assistência 24 horas ao imóvel para serviços emergenciais e reparos
  • Facilidade de pagamento, podendo ser junto ao boleto de aluguel

E aí? O que você achou dessas informações? Compartilhe este conteúdo com seus colegas corretores e imobiliárias para que eles também conheçam mais sobre este recurso.

Compartilhe esse conteúdo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redes sociais

Mais conteúdos para você

Blog Imoalert - Conteúdos do Mercado Imobiliário © 2024 Todos os direitos reservados.

Podemos ajudar?